Política Votação de vetos do Executivo é adiada para a próxima semana na CMS

18 de agosto de 2021, às 16:55

A sessão que votaria os vetos do prefeito Bruno Reis a projetos de vereadores, na Câmara de Salvador, nesta quarta-feira (18), foi encerrada sem a apreciação das matérias. No entanto, a votação fica para a próxima semana. Enquanto isso, os vetos continuam sobrestando a pauta da Casa.

Em conversa com o LDNotícias, o vereador Claudio Tinoco  (DEM) acredita que hoje foi um dia para instigar o debate no plenário. Ele ainda contestou os valores da gasolina no estado da Bahia durante pronunciamento na CMS.

São sete vetos a projetos de vereadores e dentre eles estão: um veto parcial ao projeto de lei de autoria da vereadora Marcelle Moraes (DEM), que obriga farmácias e drogarias que comercializam medicamentos distribuídos gratuitamente pelo Sistema único de Saúde (SUS) a afixarem cartazes informando da gratuidade na rede pública de saúde, em Salvador. Além de um veto total ao do vereador Sidninho (PODE), que dispõe sobre a proibição, à comercialização, fornecimento, distribuição gratuita ou onerosa, e uso de cigarro eletrônicos, vaporizadores e narguilé aos menores de dezoito anos, no município de Salvador.

Comentarios