Entretenimento Roberto Cabrini revela que saída do SBT envolveu discordância sobre horário do Conexão Repórter

14 de outubro de 2020, às 12:01

O jornalista Roberto Cabrini é mais uma baixa no quadro do SBT. Nesta terça-feira (13), a emissora comunicou que o contrato com o apresentador do Conexão Repórter foi encerrado de forma consensual após 11 anos de parceria.

Cabrini confirmou a situação ao colunista Leo Dias, do Metrópoles, e enalteceu a Tv de Silvio Santos. “Eu sou profundamente grato ao SBT. O Conexão Repórter é um programa muito premiado, é uma conquista que tanto eu, quanto a emissora, a diretoria e os funcionários temos muito orgulho”, pontuou o jornalista.

A saída dele teria sido motivada por um problema sobre qual dia o Conexão Repórter deveria ser exibido. “Foi uma questão de programação. Eu achava que o programa deveria ir ao ar aos domingos. Conversei com o Silvio, foram sempre discussões em altíssimo nível, com muito respeito, e não havia essa possibilidade. Ele põe o programa onde ele acha que deve pôr, assim como eu também posso opinar”, contou Cabrini.

Ele adiantou que deve ser contratado pela Tv Record. “Meu próximo projeto é ir para a Record. Recebi uma proposta que ainda não está oficializada, mas já está encaminhada. Quis primeiro acertar a saída para depois anunciar”, explicou. Na emissora evangélica, o jornalista deve fazer reportagens para o Domingo Espetacular, que, recentemente, contratou Carolina Ferraz.

“É um ciclo que eu finalizo muito feliz. Tenho um carinho brutal pelo SBT, tivemos uma parceria maravilhosa. Eu tive muitas honras nesses onze anos. Ganhei o Prêmio Esso, o Comunique-se por duas vezes – sou o único jornalista fora da Globo a ganhar essa premiação na categoria repórter de mídia falada. Ganhei o Troféu Imprensa seis vezes, o Prêmio República… Foi uma passagem muito especial para a minha carreira”, finalizou.

Leia o comunicado do SBT:

“O SBT e Roberto Cabrini anunciam que, de forma consensual, encerram uma parceria de 11 anos repleta de conquistas, admiração mútua e prática de jornalismo investigativo de alto nível. Neste período, o Conexão Repórter, criado e comandado pelo jornalista, acumulou 3 mil minutos na liderança em diferentes horários de exibição e se tornou o programa mais premiado da história da emissora conquistando, entre outros, o ‘Prêmio Esso’, o ‘República’ e 6 vezes o ‘Troféu Imprensa’ de melhor jornalístico (duas delas por unanimidade). Em outra passagem anterior pelo SBT, Cabrini já havia conquistado com suas reportagens o ‘Prêmio Vladimir Herzog’ e o APCA. Neste último ciclo à frente do ‘Conexão Repórter’, Roberto Cabrini venceu 2 vezes o Prêmio Comunique-se (considerado o Oscar do jornalismo no Brasil) na categoria repórter de mídia falada. Roberto Cabrini sai da emissora para assumir novos projetos e deixa portas abertas para um futuro retorno”.

Comentarios