PT pede fim do sigilo sobre cartão de vacinação de Jair Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assina o decreto que dispõe sobre a aquisição, o cadastro, o registro, a posse, o porte e a comercialização de armas - SINARM e SIGMA.

O Partido dos Trabalhadores protocolou uma Ação Popular, nesta segunda-feira (11), com pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o decreto do Palácio do Planalto que impõe sigilo de até 100 anos no cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O PT pede a suspensão do sigilo e a intimação dos responsáveis para apresentarem explicações sobre a decisão administrativa.

Foram responsáveis pela medida, o Gabinete de Segurança Institucional e a Advocacia-Geral da União. O sigilo foi decretado após o jornalista Guilherme Amado, colunista da revista Época, ter pedido para acessar os dados através da Lei de Acesso à Informação (LAI). A presidência havia alegado que os dados “dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem” do presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *