Política Professores da rede particular decidem não retornar às aulas presenciais

29 de abril de 2021, às 16:25

Em assembleia nesta quarta-feira (28) realizada pelo sindicato que representa os professores da rede particular na Bahia (Sinpro), a categoria decidiu pelo não retorno das atividades presencias na próxima segunda-feira (3), data marcada para a reabertura das escolas pela Prefeitura de Salvador.

Segundo o sindicato, dos 500 profissionais que participaram da reunião, 98% votaram pela continuidade das aulas remotas, enquanto não houver imunização completa da categoria.

“É evidente que todos desejamos e estamos sedentos pelo retorno do ensino presencial. Mas é igualmente evidente que não podemos, em nome disto, aceitar riscos de uma doença que, hoje, mata pessoas de todas as idades, inclusive adolescentes e crianças, e cujas sequelas aos que não morrem são ainda desconhecidas, mas já apontadas”, disse o Sinpro em nota postada nas redes sociais.

Já o presidente do Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe), Jorge Tadeu, garantiu que as atividades presenciais retornam no dia 3. “Em assembleia os professores decidiram como se posicionam. Não se trata de greve porque os dois Sindicatos estão em negociação. As escolas irão abrir em 03 de maio com os alunos e professores”.

Comentarios