Salvador Prefeitura entrega 23 quiosques para permissionários

22 de abril de 2021, às 13:54

Os trabalhadores do comércio de rua de Salvador foram beneficiados com a entrega de 23 novos quiosques espalhados nos trechos de orla de Amaralina e Boa Viagem, além do Campo da Pronaica, em Cajazeiras, e na Lagoa dos Dinossauros, no Stiep. Os permissionários assinaram os termos de posse nesta quinta-feira (22), em ato simbólico com as presenças do prefeito Bruno Reis e da secretária municipal de Ordem Pública (Semop), Marise Chastinet, na Praça Cairu, no Comércio.

As estruturas estão situadas em quatro pontos da cidade que recentemente foram requalificados com obras de infraestrutura, tornando-se novas opções gastronômicas a quem for a um dos locais em busca de lazer. São 12 quiosques construídos no trecho de Amaralina, quatro em Boa Viagem, quatro na Pronaica e três na Lagoa dos Dinossauros que comercializarão água de coco, acarajé, crepe e salgados, entre outras guloseimas.

“Todas as obras que fazemos temos preocupação de preservar as pessoas que trabalham nos locais e de potencializar essas áreas para o surgimento de novas oportunidades de emprego. Com todos os cuidados que a pandemia exige, os ambulantes poderão vender suas mercadorias e, com isso, ter renda e garantir o sustento”, disse Bruno Reis.

Apoio

O prefeito ressaltou a importância do comércio informal na movimentação econômica da capital baiana, que responde por 53% da mão de obra ativa, e das ações municipais de apoio e capacitação aos profissionais do segmento. Uma dessas medidas é o acesso a microcrédito através do programa CredSalvador.

A iniciativa foi encaminhada via projeto de lei para a Câmara de Vereadores, tendo como público-alvo profissionais autônomos e liberais, cooperativas ou associações de pequenos empreendedores, microempreendedores individuais (MEIs) e microempresas (MEs). Com o programa, os profissionais poderão tomar empréstimos nos valores entre R$500 reais a R$25 mil, a juros baixos de até 0,7% e com seis meses de carência.

Novos espaços

O chefe do Executivo municipal citou, ainda, a requalificação e construção de camelódromos e mercados municipais como forma de impulsionar o comércio de rua, trazendo dignidade e melhores condições de trabalho para os vendedores.

“Sempre temos buscado dialogar e equilibrar o comércio formal e informal. Entregamos recentemente o camelódromo Riachuelo aqui mesmo no Comércio. Fizemos ordenamento na Calçada, Coutos, Castelo Branco e Cosme de Farias. Nos próximos dias será inaugurada mais uma estrutura para os ambulantes no Lobato, como também na Rótula da Feirinha, em Cajazeiras. Esse é o objetivo da Prefeitura: buscar o emprego”, afirmou.

Com os índices da pandemia controlados, assegurou o chefe do Executivo municipal, a Prefeitura já avalia a reabertura dos equipamentos públicos, praias e parques. “Estamos nos preparando para isso. Hoje (22) amanhecemos com 76% de ocupação dos leitos de UTI. Os números já começam a dar condições para que a gente possa fazer novos anúncios”, disse.

Comentarios