Polícia Motorista envolvido em batida que matou PM na Bahia é denunciado pelo MP

12 de maio de 2021, às 17:25

O Ministério Público estadual (MP-BA) denunciou Lázaro Almeida Lima por homicídio culposo na condução de veículo automotor, na terça-feira (11), pela morte do major da Polícia Militar Nivaldo Góes Oliva Júnior, 48 anos. Lázaro dirigia o carro que invadiu a pista contrária na BR-116 e atingiu uma moto que era conduzida pelo PM, que morreu na hora.

Segundo o MP, Lázaro estaria sob efeito de bebida alcoólica no momento do acidente, que aconteceu no dia 17 de abril, por volta das 19h, na altura da cidade de Cândido Sales. Ele também estava com a carteira de habilitação vencida desde 2017.

No momento do acidente, Lázaro voltava de um bar onde teria bebido na companhia do advogado. Ele dirigia a cerca de 100 km/h em um trecho onde o limite é de 80 km/h. O motorista perdeu o controle do veículo e invadiu a pista contrária, atingindo a moto do major.

O motorista e o carona foram socorridos e levados para o Hospital Geral de Vitória da Conquista, onde permaneceram até as 2h do dia seguinte. O teste de etilômetro, feito no momento da alta médica, mais de sete horas após o acidente, registrou que o denunciado possuía concentração de 0,08mg de álcool por litro. O limite é de 0,6 mg.

Comentarios