Esportes Manchester City é campeão inglês após derrota do United para o Leicester

12 de maio de 2021, às 14:24

O Manchester City conquistou o Campeonato Inglês pela terceira vez em quatro anos, após a derrota do Manchester United por 2 a 1 para o Leicester, nesta terça-feira, 11, na partida que abriu a 36ª rodada da competição.

O time do técnico de Pep Guardiola lidera o campeonato com 10 pontos de vantagem sobre o segundo colocado United, que tem pela frente apenas mais dois jogos no torneio, insuficientes para tirar a diferença.

“Foi uma temporada como nenhuma outra na Premier League”, disse o treinador ao canal do clube.

“A mais difícil. Sempre vamos nos lembrar desta temporada pela forma como vencemos. Estou muito orgulhoso de treinar este grupo de jogadores e neste clube”, acrescentou.

“Mostrar a consistência que mostraram nesta temporada, com todas as restrições e dificuldades, é algo muito notável”, insistiu o treinador, destacando a “resiliência” e a capacidade de luta dos seus jogadores.

Este é o sétimo título da Premier League na história do Manchester City, e o terceiro sob o comando de Guardiola.

Com esta conquista antecipada, o City pode agora se concentrar na final da Liga dos Campeões, no dia 29 de maio, em Istambul, contra o também inglês Chelsea.

“O título mais importante”

A equipe de Guardiola não vai se sagrou campeã em campo, mas seu domínio no exigente campeonato inglês permanecerá na história após um início de temporada hesitante. Depois dos títulos em 2018 e 2019, o Liverpool destronou o City na última temporada, mas os ‘Citizens’ mais uma vez mostraram ser o melhor clube inglês dos últimos anos.

“Ao término da temporada, é o título mais importante para nós. Para alcançá-lo, é preciso estar lá, a cada três dias, jogando contra todos os adversários em casa e fora”, disse Guardiola.

“Só sendo o melhor dos melhores, semana sim, semana também, é que ele pode ganhar esta competição. É um sucesso imenso”, comemorou o técnico, que também não esqueceu dos torcedores, ausentes nesta temporada devido à pandemia.

“Nos nossos momentos mais difíceis, não conseguíamos sentir a sua vibração como de costume, mas sabemos que estão conosco por onde quer que vamos e isso tem nos animado”.

“Garanto que sentimos o seu amor, agradecemos por isso e não poderíamos ter feito o que fizemos sem eles. Espero que todos possamos comemorar juntos algum dia não muito longe”, concluiu.

O brasileiro Fernandinho, capitão da equipe, concordou com seu treinador sobre a importância de ganhar o campeonato: “A Premier League é a liga mais complicada do mundo, todos os jogos são difíceis”.

“Vencer de novo é tudo para mim e para o resto da equipe. Vencer a Premier League é a maior ambição. É o que sonhamos desde que éramos jovens, poder alcançá-lo é uma sensação maravilhosa”, declarou às mídias do clube.

Leicester mais perto da Champions

A vitória do Leicester desta terça-feira deixa os ‘Foxes’ bem perto de conquistar a vaga para a proxima edição do torneio continental, ao assumir a terceira posição na classificação, com 66 pontos, quatro a menos que o United e dois a mais que o quarto colocado Chelsea, que na quarta-feira encara o Arsenal.

Tendo pela frente uma maratona de quaro jogos em uma semana – o United volta a campo novamente na quinta-feira contra o Liverpool -, o técnico dos “Red Devils”, Ole Gunnar Solskjaer, optou por escalar um time reserva para atuar em casa, no estádio Old Trafford, contra o Leicester.

E os visitantes foram os responsáveis por abrir o marcador, através de Luke Thomas (no minuto 10), mas Mason Greenwood empatou logo depois para os anfitriões (15).

Já no segundo tempo, o zagueiro turco Çağlar Söyüncü balançou as redes (66) decretando a vitória dos “Foxes” e o título para o City.

Agora, o clube da cidade de Manchester volta a ficar com a taça do torneio nacional após a conquista na temporada passada do Liverpool (2020), que impediu o tricampeonato da equipe de Guardiola (vencedora em 2018 e 2019).

Com mais esse título, o City prova ser o melhor clube inglês dos últimos anos. Domínio que será indiscutível se vencer, pela primeira vez em sua história, a Liga dos Campeões.

No outro jogo desta terça-feira, uma partida adiada da 32ª rodada, o Southampton (14º) derrotou o Crystal Palace (13º) por 3 a 1, resultado que pouco altera a situação dos dois times.

Comentarios