Entretenimento Ex-mulher de Tom Veiga nega agressão e separação: ‘Relação sempre foi carinhosa’

08 de abril de 2021, às 08:11

A empresária Cybelle Hermínio da Costa, ex-companheira de Tom Veiga, se pronunciou na tarde da última quarta-feira (7), após ter sido acusada de agredir o intérprete de Louro José durante o casamento dos dois.

Em um vídeo, a moça aparece acompanhada do advogado e desmente a informação noticiada pelo jornal ‘Extra’, que foi exposta pela segunda companheira de Tom, Alessandra Veiga.

“Minha relação com Tom sempre foi muito carinhosa, brincalhona e amorosa. Nunca houve nenhum tipo de violência de nenhuma das partes. A gente tinha briga normal, como todo casal, mas nada que fugisse do controle. Sempre tive uma relação muito boa com os amigos. Me surpreende porque eu tenho mensagens deles, tenho arquivo de grupos que a gente participava juntos. Então, eu desconheço completamente essas coisas que estão sendo faladas”.

Segundo as mensagens expostas por Alessandra, Tom contava que a agressão de Cybelle foi motivada após ele ter proibido o filho da empresária de comer na piscina. A viúva de Tom Veiga, que garante que nunca houve uma assinatura de divórcio do casal, ainda afirmou que além da história da agressão, a suspeita do envenenamento é outra calúnia.

“Houve uma briga de um casal, como qualquer outra, em meio a uma pandemia, e eu fui para a casa da minha mãe respirar um pouco. Nunca houve data de assinatura de divórcio […] Então, diante disso, de envenenamento… É um absurdo o que estão falando. Nunca houve nada disso. Desconheço completamente aquelas marcas e fotos que estão sendo circuladas nas mídias. Nunca houve nada disso, tanto que não tem B.O. registrado, não tem medida protetiva, não tem corpo de delito. Eu confio na lei, na Justiça e no laudo do IML“.

O advogado de Cybelle, Edson Sobrinho, afirma que todo processo da herança deixada por Tom corre em segredo de Justiça.

“Estamos trabalhando no caso para trazer a verdade processual e proteção jurídica a todos os interessados, inclusive os filhos. Temos que ter uma atenção especial com os filhos, não só com a Cybelle. Por isso o processo corre hoje em segredo de Justiça. Tem uma atenção no Ministério Público que também vai ajudar na apuração de todas essas alegações que estão vindo na mídia. Mas o que a gente não pode concordar é com tudo que vem sido veiculado, que só vem trazendo só mais sofrimento tanto para a Cybelle quanto para os filhos dela. Essas alegações que estão sendo feita: de exumação de corpo, de forçação de casamento através de doação de bens, nunca houve isso. Isso tudo vai ser analisado dentro do processo”.

Comentarios