Bahia Em estado precário, escola tem banheiros sem vasos e bebedouros quebrados na zona rural de Juazeiro

19 de dezembro de 2017, às 15:30

Foto: Reprodução

 

Os alunos da Escola Municipal José de Amorim, na Lagoa do Salitre, zona rural de Juazeiro, norte da Bahia, convivem com condições precárias. São banheiros sem vasos sanitários, pisos, janelas, telhados e bebedouros quebrados, paredes com buracos, entre outros problemas. Os pais dos estudantes dizem que a escola não passa por uma reforma há 10 anos.

Logo na entrada, os alunos encontram portões amarrados com arame farpado. Nas salas de aula, os quadros são velhos e um deles ameaça cair. Os pisos estão cheios de buracos, oferecendo riscos às crianças. Os ventiladores não funcionam e o teto não tem forro.

Nos banheiros, além de vasos quebrados, ainda faltam portas. Algumas paredes estão rachadas e todas precisam de pintura. Muitas carteiras também estão quebradas.

No local em que deveria funcionar a sala dos professores e nunca foi concluído, estão cadeiras amontoadas.

No espaço que poderia ser usado como biblioteca, os livros estão jogados no chão. A sala ao lado está com as paredes de gesso soltas, com risco de cair. Já onde deveria funcionar uma sala de informática, há computadores novos que estão abandonados e nunca foram usados.

A superintendente de gestão escolar do município, Renata Araújo, diz que a prefeitura tem um projeto de reforma da escola, ainda sem prazo para ser colocado em prática.

Fonte: G1

Comentarios