SAMU: 192 | Bombeiros: 193 | Defesa Civil: 199 | Polícia Militar: 190 

  • Agência Nacional de Saúde 0800-611997
  • Alô-Trabalho 0800-2850101
  • ANEEL 0800-7272010
  • Ministério dos Transportes 0800-610300
  • Banco Central 0800-992345
  • Caixa Econômica Federal 0800-5740101
  • Central Antiveneno 0800-2844343
  • Central de Transplantes 0800-8832323
  • Central Doação de Órgaos (71) 3356-6776
  • Central Estadual de Regulação Médica 0800-714000
  • Coelba - Ligue Luz 0800-710800
  • Correios 0800-5700100
  • Disque-Meio Ambiente 0800-711400
  • Embasa Saneamento 0800-555195
  • Ministério da Educação 0800-616161
  • Fome Zero 0800-7072003
  • Hemoba (71) 3357-0900
  • Ibama 0800-618080
  • INSS 0800-780191
  • Ministério da Fazenda 0800-7021111
  • Pró-Menor 0800-713020
  • Receitafone 0300-780300
  • SAC 0800-715353
  • SOS-Tortura 0800-7075551
  • Serviço Salvador Atende 156
  • TeleHansen 0800-262001
  • Aeroporto Internacional de Salvador (71) 3204-1010 / 1030

Bahia Trabalhadores em situação análoga à escravidão são encontrados na Vaquejada de Serrinha

04 de outubro de 2019, às 12:00

A Vaquejada de Serrinha foi incluída na “lista suja” do trabalho escravo, divulgada nesta quinta-feira (3) pelo Ministério da Economia. A nova relação, a segunda divulgada no governo Bolsonaro, tem 28 novos empregadores que foram autuados por submeter 288 trabalhadores à escravidão contemporânea.

Na tradicional vaquejada realizada no interior baiano foram encontrados 17 funcionários responsáveis pelo cuidado dos animais trabalhando em situação análoga à escravidão. No local, não havia geladeira, mesas ou cadeiras e alguns dos trabalhadores dormiam em redes no curral.

A fiscalização foi feita por auditores fiscais do trabalho em parceria com o Ministério Público do Trabalho em setembro de 2016 no Parque de Vaquejada Maria do Carmo. As informações são da ONG Repórter Brasil.

A situação dos trabalhadores contrasta com a opulência do evento, realizado neste ano entre os dias 5 e 8 de setembro, em que vaqueiros concorreram a prêmios de até R$ 50 mil e que contou com a atração de nomes como Anitta e Luan Santana.

Comentarios