SAMU: 192 | Bombeiros: 193 | Defesa Civil: 199 | Polícia Militar: 190 

  • Agência Nacional de Saúde 0800-611997
  • Alô-Trabalho 0800-2850101
  • ANEEL 0800-7272010
  • Ministério dos Transportes 0800-610300
  • Banco Central 0800-992345
  • Caixa Econômica Federal 0800-5740101
  • Central Antiveneno 0800-2844343
  • Central de Transplantes 0800-8832323
  • Central Doação de Órgaos (71) 3356-6776
  • Central Estadual de Regulação Médica 0800-714000
  • Coelba - Ligue Luz 0800-710800
  • Correios 0800-5700100
  • Disque-Meio Ambiente 0800-711400
  • Embasa Saneamento 0800-555195
  • Ministério da Educação 0800-616161
  • Fome Zero 0800-7072003
  • Hemoba (71) 3357-0900
  • Ibama 0800-618080
  • INSS 0800-780191
  • Ministério da Fazenda 0800-7021111
  • Pró-Menor 0800-713020
  • Receitafone 0300-780300
  • SAC 0800-715353
  • SOS-Tortura 0800-7075551
  • Serviço Salvador Atende 156
  • TeleHansen 0800-262001
  • Aeroporto Internacional de Salvador (71) 3204-1010 / 1030

Entrevistas Exclusiva: “Ele não tem parentesco comigo”, dispara prefeito de Maracás sobre ação do MP

Redação Liderança News/ Manuela Bispo

30 de setembro de 2015, às 13:50

Foto: reprodução

Foto: reprodução

 

Em entrevista exclusiva, o gestor do executivo do município de Maracás, Paulo Sérgio dos Anjos (PT), reafirmou, para o Liderança News, em sua defesa, que há atipicidade material dos fatos e que o Ministério Público não apontou os eventuais danos, sofridos pelo cofre público do Estado, nem contestado o valor do contrato. “ Foi um erro do Governo no mês de janeiro. Eles publicaram antes da Juceb mudar e não pagou a empresa. Esses ataques que estou sofrendo vem de vereadores da oposição de Maracás e de um deputado também, que prefiro não citar o nome agora. Não há laços que implique em algo – como colocado pelo MP – entre eu e Fabrício São Pedro De Gino. Presto contas de tudo que faço. Atualmente estão sendo executadas oito grandes obras para melhorias do município. Podem apurar e não vão achar nada que desabone minha conduta”, declarou o prefeito ao site Liderança News na manhã desta quarta-feira (30).

 

Entenda o caso

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aceitou uma denúncia contra o prefeito de Maracás, Paulo Sérgio dos Anjos (PT), o sócio da empresa Emprojet Consultoria e Assessoria em Administração Pública, Fabrício São Pedro de Gino, e o presidente da comissão de licitação, José Ângelo de Gino Santana por celerarem contrato de prestação de serviço, sem licitação, “em franco vilipêndio às regras, que disciplinam a contratação direta, a saber, a notoriedade do prestador de serviço e a singularidade do objeto do contrato”. A denúncia foi acatada parcialmente pela Primeira Câmara Criminal do TJ-BA. A ação, movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), foi relatada pelo desembargador Lourival Trindade. A empresa contratada deveria prestar serviços de consultoria para elaboração de planos e projetos do contratante junto a instituições federais como ministérios, autarquias, organizações internacionais, ONG’s, estabelecidas em Salvador, fornecimento de suporte logístico as pessoas indicadas pelo contratante, quando em visitas a Salvador, tais como: recepção no aeroporto/rodoviária, reserva de hotel, restaurante, traslado, aluguel de veículo entre outros”. O parquet ainda sustentou que existe “vínculo pessoal, entre os sócios da empresa contratada e o gestor municipal, na medida em que o quadro social da Emprojet – Consultoria e Assessoria em Administração Pública era, anteriormente, integrado pelo seu sobrinho, assim como sobreleva o fato de que o segundo denunciado, Fabrício São Pedro de Gino, teria financiado a campanha política do primeiro, Paulo Sérgio dos Anjos”.

 

 

Comentarios